Mayra Pinheiro diz que OMS retirou indicação da cloroquina com base em estudos falhos

À mesa, em pronunciamento, secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro.

BRASÍLIA – A secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, negou nesta terça-feira em depoimento à CPI da Covid que tenha recebido ordem para orientar médicos a usarem a cloroquina em pacientes com Covid-19 ou que tenha partido dela qualquer iniciativa nesse sentido, mas criticou a decisão da Organização Mundial da Saúde (OMS) de retirar a indicação de uso do medicamento.

Conhecida como “capitã cloroquina” pela defesa do uso do medicamento contra malária e outros remédios sem eficácia comprovada contra a Covid-19 no tratamento da doença, a secretária disse que a OMS retirou a indicação de uso da cloroquina com base em “estudos com protocolos falhos”, e ressaltou que o Brasil não é obrigado a seguir a OMS.

The post Mayra Pinheiro diz que OMS retirou indicação da cloroquina com base em estudos falhos appeared first on InfoMoney.