Computadores inovadores: a evolução dos notebooks

As últimas décadas foram cruciais no aprimoramento de tecnologias, principalmente para que as futuras gerações pudessem aproveitar o conforto oferecido por diversos produtos. Quando os primeiros computadores começaram a ser fabricados, eram bastante diferentes dos que conhecemos hoje; embora para alguns os novos itens despertassem apenas curiosidade, algumas companhias já pensavam no futuro.

Foi a partir dessas ideias que os primeiros computadores portáteis surgiram. Inclusive, o primeiro de todos eles foi produzido em meados de 1970. Contudo, o IBM 5100 não tem muita similaridade com os notebooks contemporâneos.

Não demorou muito para que outros modelos surgissem no mercado, como o Osborne 1 (1981), criado por Adam Osborne, e o Grid Compass (1982), de Bill Moggridge, que já apresentava um design mais parecido com o que vemos hoje. É importante lembrar que esse último chegou até a viajar para o espaço com a tripulação do Ônibus Espacial Discovery, em 1985.

Dessa forma, é visível como as décadas de 1980 e 1990 foram muito relevantes para que os notebooks pudessem evoluir, tendo em vista que desenvolvedores do mundo inteiro trabalharam incansavelmente para apresentar vantagens ao público. Mas quando foi que as pessoas começaram a investir nesse formato? Descubra a seguir!

Do desktop ao laptop
Se antigamente apenas grandes empresas tinham dinheiro suficiente para investir em computadores, nos tempos atuais é comum encontrar esses dispositivos na casa de muitas pessoas. E foi bem assim que a história foi construída.

O conceito de computador pessoal (ou PC) foi se popularizando à medida que os desktops foram evoluindo em termos de processador, sistema e outros mecanismos importantes. Algo que ajudou nesse quesito foi a criação de modelos portáteis, pois permitiram que os usuários os levassem praticamente para qualquer lugar.

Muitos desenvolvedores pensaram em questões de praticidade no momento em que estavam descobrindo como encaixar todas as peças em um tamanho menor. Além disso, a flexibilidade e a portabilidade foram levadas em consideração, principalmente quando se considera que o tamanho e o peso importam.

Nesse contexto, é interessante perceber como os computadores desktop (que ficam “em cima da mesa”) não saíram de moda e receberam investimentos para inovação conforme o tempo foi passando. Eles são interessantes para diversos tipos de trabalho, como edição de vídeos, criação de projetos arquitetônicos e trabalhos práticos em escritórios.

Por outro lado, os laptops (que ficam “no colo”) ofereceram maior versatilidade aos consumidores, ampliando a ideia de computador para uso pessoal e portátil. Os notebooks se enquadram nesse formato, com um tamanho ainda mais compacto que apresenta inúmeros benefícios a quem quiser usá-los. Inclusive, atualmente todas as atividades citadas podem ser realizadas com muita eficácia nesses dispositivos, que podem acabar sendo preferidos na hora do investimento.

Dell Inspiron: uma linha de notebooks em constante evolução
As principais marcas não medem esforços para a criação de bons dispositivos. E a Dell é um exemplo de como um único aparelho pode ser ideal para diversos cenários. Dessa maneira, a nova geração da linha Inspiron segue atendendo a usuários do Brasil inteiro, desde aqueles que necessitam de alto desempenho até os que querem ter apenas um computador para uso cotidiano em tarefas mais simples.

Os modelos Inspiron 15 e Inspiron 13 têm inovações que podem ser fundamentais para determinados softwares. Com tela Full HD de 15 polegadas ou 13 polegadas e bordas ultrafinas, os consumidores podem notar que a experiência visual tem ganho maior e mais imersivo mesmo em um design compacto, pois a sensação de que a tela foi expandida está presente em todos os momentos. Portabilidade e praticidade também são encontradas nessa questão. E esses recursos também já fazem parte dos modelos iniciais da linha Inspiron, representados pela Série 3000.

O design ainda apresenta bordas menores nos quatro lados da tela com a proporção a 16:10 no modelo de 13 polegadas e 16:9 no de 15 polegadas, deixando que o aproveitamento com relação ao corpo do computador seja de 88%, algo que garante mais conforto visual para assistir a filmes e séries. Recursos adicionais, como leitor de impressão digital, conectividade Wi-Fi 6 e teclado retroiluminado em ambos — o Inspiron 13 ainda tem design borda a borda (edge to edge) —, também são alguns diferenciais.

Esses notebooks têm processadores Intel Core i5 ou i7 série H de 11ª geração, auxiliando na potência e na performance mais satisfatórias, principalmente porque oferecem entre 8 GB e 16 GB de memória RAM e até 512 GB de armazenamento em SSD. Além disso, com um design mais compacto e acabamento em alumínio com apenas 1,2 quilo (no caso do notebook de 13 polegadas), os modelos são ideais para quem precisa carregá-los com frequência, como em viagens.

Sem dúvidas, essa nova linha foi desenvolvida pensando que os usuários estão cada vez mais exigentes, pois há muitas novidades imperdíveis chegando ao mercado. É válido lembrar que o Inspiron 15 tem um sensor de tampa aberta, que pode iniciar os processos do notebook de forma inteligente, além de um formato ergonômico, que possibilita a elevação da tela para que a visão fique mais confortável.

Essa última novidade apresenta ainda mais benefícios ao aparelho, pois o sistema duplo de exaustão pode ser essencial no filtro de circulação de ar. Uma vez que a tela está aberta e elevada, o ar consegue se movimentar de forma mais precisa por baixo do notebook, o que ajuda na ventilação e diminui o calor no processador.

Além disso, o sistema é bastante silencioso e econômico, deixando o consumo de energia mais inteligente e garantindo que o computador consiga se adaptar a qualquer cenário. Vale destacar, ainda, que a linha Dell Inspiron já inclui o Windows 11 e foi otimizada para aproveitar a interface renovada do sistema operacional da Microsoft, garantindo a melhor experiência multimídia do segmento

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui