PurificAr investe R$ 25 milhões em tecnologia de combate ao Covid

Companhia utiliza sistema de luz ultravioleta com pressurização positiva do ar

Sistema poderá ser utilizado por empresas de transporte coletivo

Uma nova fábrica no Porto Seco em Porto Alegre, com investimento de R$ 25 milhões nos próximos dois anos e geração de 50 novos empregos, está produzindo um purificador de ar inovador. A PurificAr tem sua avaliação de análise microbiológica realizada pelo Laboratório de Imunologia e Microbiologia da PUCRS, que mostrou a eficácia do equipamento. A nova tecnologia consiste em sugar o ar e pressurizá-lo para deixar um maior tempo de exposição à luz UV-C (ultravioleta).

Nos ensaios laboratoriais o equipamento eliminou até 99% dos microrganismos nocivos. Inclusive a bactéria Klebsiella pneumoniae, que está classificada em listas nacionais e internacionais como um dos microrganismos mais perigosos pelo seu alto nível de resistência à antibióticos e capacidade de causar infecções hospitalares. Em apenas 1 minuto de exposição, o PurificAr eliminou 99% de 1 mil células das bactérias testadas.

Entre os primeiros usuários desta nova tecnologia estão a Casa Vetro – Espaço de Eventos, a Rede Master Hoteis, através do Holiday Inn Porto Alegre, a Turis Silva Transportes, a Rede Central de Inspeções e a Realizar escola de aviação civil. Já foram produzidos 200 aparelhos para pré-venda do equipamento. Para a nova linha de montagem da fábrica, estão sendo abertas vagas para eletricistas, soldadores e montadores. Interessados devem enviar currículo para [email protected]

A empresa conta com dois tipos de equipamentos, para a linha transporte e linha comercial, que realizam a ciclagem do ar ambiente e possuem vida útil dos emissores de UV-C de até 9 mil horas cada. Os equipamentos foram desenvolvidos para locais com maior nível de circulação de pessoas – sejam eles ambientes comerciais, empresariais, consultórios médicos, odontológicos e hospitalares, ou no transporte, sem exposição da luz UVC. “Saber que o ambiente é protegido é fundamental para dar tranquilidade às pessoas enquanto exercem suas atividades. Ainda mais agora, em tempos de pandemia do coronavírus”, diz o empresário Sandro Giannastasio.

Estudos revelam que as taxas de desinfecção e redução da transmissão aumentam significativamente ao usar o sistema de UV-C integrado a ventilação em comparação com a ventilação sozinha. Dessa maneira, o sistema Purificar, mesmo não submetido a testes especificamente ao vírus SARS-Cov-2 tem respaldo de estudo que relata eficácia da utilização da UV-C relacionada ao SARS, outro vírus da família Coronaviridae e, portanto, pode mitigar a transmissão da doença. É significativo sua eficiência em espaços mal ventilados, onde outros meios de redução não são práticos, porém deve ser utilizado como medida auxiliar na prevenção da Covid-19.