ABE apresenta os ícones da “Safra das safras”

Sesmarias, da Miolo, produzido apenas em anos excepcionais se classificou entre os vinhos mais representativos de 2020

“A Avaliação nunca mais será a mesma”, destaca presidente da ABE, enólogo Daniel Salvador

A Associação Brasileira de Enologia (ABE) realizou no sábado (7) a 28ª edição da Avaliação Nacional de Vinhos (ANV). O evento, transmitido ao vivo pelos canais da entidade em razão da pandemia, apresentou as 16 amostras mais representativas de 2020, tida como a Safra das safras. A ANV já era considerada a maior degustação de vinhos de uma safra do mundo. Agora, neste formato digital, ela ganhou uma proporção ainda maior, chegando à casa de quem pela primeira vez teve a oportunidade de degustar as amostras mais representativas da safra. A ABE montou um kit com os 16 vinhos para fazer com que as 16 garrafas com 187 ml cada chegassem à casa de cada apreciador.

As 11,2 mil garrafas, sendo 16 para cada apreciador, foram envasadas e rotuladas e por 12 dias percorreram até 5,2 mil quilômetros para chegar à casa de todos que participaram deste grande momento. Foram quase 3 litros de vinho cada kit, o que permitiu que até três pessoas pudessem degustar cada amostra, chegando a mais de 2 mil pessoas. Para isso, foram mais de 2 mil litros de vinho no total, 130 litros de cada amostra. “A Avaliação nunca mais será a mesma. Não tivemos a emoção do presencial, mas por outro lado o vinho brasileiro foi descoberto por mais pessoas, ganhando mais espaço na mesa do consumidor brasileiro”, destaca presidente da ABE, enólogo Daniel Salvador.

Ao menos quatro motivos marcaram o evento deste ano. O primeiro, por ser a “Safra das safras”, ou seja, a melhor que o Brasil já registrou. O segundo, motivado pelo primeiro, por bater recorde no número de amostras com a inscrição de 395 vinhos de 56 vinícolas. O terceiro, por bater recorde em relação aos Estados representados pelo público participante, chegando a 21. E por fim, certamente o mais impactante, é a mudança de formato que saiu do presencial e se tornou on-line. Entre as 16 amostras (veja a relação completa abaixo) está até mesmo um vinho rosé, modalidade que voltou ao painel tendo em vista a grande representatividade que esse estilo de vinho tem tido nos últimos anos para o consumidor brasileiro.

Chamou a atenção, também, o alto grau alcoólico dos vinhos, chegando a quase 16 graus, em razão da boa safra. Cepas & Cifras destaca o Riesling da vinícola Garibaldi, além do Sauvignon Blanc da Lemos de Almeida. Os Merlots da Salton, Pizzato e Cave de Pedra também são exemplares únicos. Mais uma prova que a safra de 2020 foi excelente é a inserção entre as 16 amostras do corte feito pela Miolo. Trata-se do rótulo icônico Sesmarias que é produzido apenas em safras excepcionais. No entanto, ele deverá chegar ao mercado só nos próximos anos. As garrafas de safras anteriores são vendidas por cerca de R$ 800. E no que depender do fenômeno climático La Niña a safra de 2021 tem tudo para repetir a deste ano – algo a conferir na próxima ANV, quem sabe já de volta ao ser formato presencial e, também, a partir de agora, também on-line.

AS 16 AMOSTRAS
Categoria Vinho Base Espumante

Chardonnay – Cooperativa Vinícola Aurora – Bento Gonçalves (RS)
Riesling Itálico/Chardonnay/Pinot Noir – Chandon do Brasil – Garibaldi (RS)
Pinot Noir – Casa Valduga – Bento Gonçalves (RS)

Categoria Branco Fino Seco Não Aromático
Riesling – Cooperativa Vinícola Garibaldi – Garibaldi (RS)
Chardonnay – Cooperativa Vinícola Aliança – Santana do Livramento (RS)

Categoria Branco Fino Seco Aromático
Sauvignon Blanc – Vinícola Família Lemos de Almeida – Vacaria (RS)
Moscato Giallo – Vinhos Hortência – Flores da Cunha (RS)

Categoria Vinho Rosé Fino Seco
Cabernet Sauvignon – Vinícola Almadén – Santana do Livramento (RS)

Categoria Vinho Tinto Fino Seco Jovem
Merlot – Vinícola Salton – Bento Gonçalves (RS)

Categoria Tinto Fino Seco
Tannat – Casa Perini – Farroupilha (RS)
Cabernet Franc – Vinícola Don Guerino – Alto Feliz (RS)
Tannat – Família Bebber – Flores da Cunha (RS)
Merlot – Pizzato Vinhas e Vinhos – Bento Gonçalves (RS)
Merlot – Vinícola Cave de Pedra – Bento Gonçalves (RS)
Tannat/Cabernet Sauvignon/Cabernet Franc – Casa Venturini – Flores da Cunha (RS)
Touriga Nacional/Tempranillo/Petit Verdot/Merlot/Cabernet Sauvignon/Tannat – Vinícola Miolo – Bento Gonçalves (RS)