Pedidos de falência caem para o menor patamar em uma década

Segundo a Serasa Experian, foram feitos 754 pedidos no ano

Empresas procuraram outros meios para resolver os problemas trazidos pela pandemia

Os pedidos de falência se reduziram ao menor patamar em dez anos, de acordo com balanço divulgado pela Serasa Experian. Segundo a consultoria, foram feitas 754 solicitações de falência de janeiro a setembro. No mesmo período de 2019 foram registradas 1.100 pedidos. O número de falências em 2020 é ainda 50% menor do volume nos nove primeiros meses de 2011.

Para o economista da Serasa Experian. Luiz Rabi, a redução está ligada a uma mudança de comportamento no mercado. “O pedido de falência está caindo em desuso. Antes, quando uma empresa atrasava os pagamentos era muito comum o pedido de falência. Hoje, existem diversas ferramentas que a ajudam a evitar essa medida”, explica.

O período de isolamento social também é outro fato que, de acordo com o economista, faz com que as empresas busquem formas diferentes de resolver os seus problemas. “Estamos tendo um ano bem diferente em todos os sentidos. Com o isolamento social as empresas tiveram de se redescobrir e inovar, pensando em estratégias para sobreviverem num momento tão difícil”, acrescentou.

Com Agência Brasil