Em semana de decisão de Copom, mercado financeiro eleva projeção para o IPCA em 2021 pela 17ª semana seguida, para 6,79%

SÃO PAULO – O mercado financeiro voltou a elevar suas projeções para a inflação este ano, pela 17ª semana consecutiva, desta vez, de 6,56% para 6,79%. Os dados constam do relatório Focus divulgado pelo Banco Central (BC) na manhã desta segunda-feira (2).

A projeção mostra um distanciamento ainda maior bem da meta de inflação definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 3,75% para 2021.

Para 2022, as estimativas apontam agora para alta de 3,81% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ante 3,80% anteriormente.

Em meio à pressão inflacionária, o mercado financeiro estima alta de um ponto percentual da taxa Selic na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC desta semana, de 4,25% para 5,25% ao ano. Para o encontro de setembro, a previsão para a Selic subiu de 6,00% para 6,25%, apontando para nova alta de um ponto.

A expectativa é que a taxa básica de juros encerre 2021 em 7%, se mantendo neste patamar até dezembro de 2022 – sem alterações em relação ao relatório da semana passada.

Com relação ao desempenho da economia brasileira, os economistas ouvidos pelo BC veem expansão de 5,30% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2021, praticamente em linha com o crescimento de 5,29% estimado na semana anterior.

Para o próximo ano, as expectativas se mantiveram em expansão de 2,10% da atividade econômica.

Por fim, no câmbio, as projeções são de dólar negociado a R$ 5,10 em dezembro (ante R$ 5,09 anteriormente) e a R$ 5,20 ao fim de 2022, a mesma estimativa do último levantamento.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se grátis e participe.

The post Em semana de decisão de Copom, mercado financeiro eleva projeção para o IPCA em 2021 pela 17ª semana seguida, para 6,79% appeared first on InfoMoney.