Tudo o que você precisa saber antes de financiar um imóvel

Valdir Piran
Valdir Piran

O empresário Valdir Piran acredita que a casa própria é um sonho para a grande maioria dos brasileiros, mas quanto ao modo para se conseguir isso não se pode dizer o mesmo. Isso porque o financiamento de um imóvel consiste numa dívida de longos anos e altas taxas de juros, o que acaba desmotivando muita na mesma proporção.

É por esse motivo que o presidente do Grupo Piran comenta neste artigo, a convite de nossa redação, tudo o que você precisa saber antes de financiar a sua casa dos sonhos, a fim de que você consiga fazer o melhor financiamento possível, com boas parcelas, taxas de juros baixas e de maneira que caiba no seu bolso.

Sobre as taxas: elas variam, logo não são as mesmas para todos

Antes de mais nada, Valdir Piran acredita que é necessário saber que as taxas de juros não são iguais para todos. Isso porque, além de variar de acordo com o cada banco, elas também variam de acordo com o perfil de cada pessoa. Sendo assim, fatores como histórico de crédito, renda mensal familiar, emprego e estabilidade é quem dirão o tamanho da taxa a ser paga.

Atente-se ao Custo Efetivo Total

Além disso, o acionista ressalta que o CET, sigla para Custo Efetivo Total, é um fato super importante para se analisar antes de fechar a compra do seu imóvel. Isso porque esse conceito diz respeito ao valor total que será pago ao final do financiamento, incluindo o valor do imóvel e todas as taxas agregadas a ele. Isso é importante pois as taxas podem ser menores de acordo com cada banco ou instituição financeira. 

Saiba no que sua idade interfere na hora de financiar um imóvel

Se você não sabia que sua idade pode ter grande influência na hora de financiar um imóvel, é importante considerar esse fator a partir de agora. Isso porque, segundo explica Valdir Piran, pessoas mais velhas tendem a pagar valores mais altos com relação às taxas, o que interfere diretamente no CET. 

Um dos motivos é que ao financiar um imóvel, há seguros obrigatórios vinculados ao valor de cada parcela. O primeiro é o MIP, que significa Morte e Invalidez Permanente e existe para que as seguradoras não tenham grandes prejuízos, pois considera-se que pessoas mais velhas correm mais risco de morte, de adquirir doenças graves e sofrer acidentes que acarretem invalidez, fatores que certamente afetariam seu compromisso na hora de pagar pelo financiamento.

Além disso, o empresário Valdir Piran explica, por fim, que outra grande influência que sua idade pode ter no valor das parcelas é o fato de que existe uma regra na qual uma pessoa não pode ter mais de 80 anos e seis meses de idade quando o financiamento chegar ao fim. Desse modo, se você já possui 50 anos ou mais, o tempo que terá para pagar pelo seu imóvel será melhor, logo, o valor das parcelas será maior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui